Nacional Telha

Partes do Telhado: principais componentes e suas funções!

Quais são as partes de um telhado?

O telhado é elemento complexo de qualquer obra ou reforma, concorda? Por isso, conhecer quais são as partes do telhado é essencial para saber como construir e como gastar de maneira inteligente.

Acontece que muitas pessoas deixam para tomar decisões apenas no momento mais importante: logo antes da obra iniciar!

Essa é a receita para que você termine com um projeto de telhado incompatível com sua obra — ou mesmo muito caro.

Por isso, entender o que são e quais as principais partes do telhado é tão importante.

É uma garantia para que você não tome decisões precipitadas, auxiliando na redução de custos, mas garantindo a melhor qualidade do telhado.

Neste conteúdo, vamos te explicar exatamente quais são as partes do telhado e ainda alguns modelos de coberturas. E então, vamos lá? Siga a leitura!

>> Leia também: Melhor tipo de telhado: como escolher, a importância e opções!

Partes do telhado: principais elementos de sua estrutura

O telhado é a única parte imprescindível de uma obra residencial ou comercial. É um elemento estrutural e estético, com diferentes funções.

Na verdade, o telhado serve tanto para cobrir áreas internas como externas, de modo que evite o efeito das chuvas, raios solares, ventos, detritos da natureza e intempéries do tempo.

Além disso, dependendo da forma que as partes do telhado forem construídas, ele pode ter um importante papel na estética da edificação.

Telhados mais tradicionais contam com certo ângulo de inclinação em suas águas (as faces do telhado, que podem ser uma ou várias).

Porém, dependendo do tipo de telhas escolhido, seu telhado pode ser oculto, com um pequeno muro (chamado de platibanda) escondendo a estrutura.

No entanto, esses são apenas alguns detalhes do que compõem as diferentes partes do telhado.

A seguir, destrinchamos tudo que você encontra em uma cobertura convencional.

Tesoura

Em telhados de duas águas ou mais, a tesoura é o componente mais fundamental da estrutura do telhado. É o que compõe o perfil triangular dos telhados mais clássicos, quando vistos de frente.

estrutura do telhado

Na imagem acima, você vê o perfil triangular formado no limite superior da casa? Essa é a tesoura, que também define o ângulo de inclinação das águas do telhado.

Como você pode ver, ela é composta de algumas subpartes, como:

  • Perna/Empena: As peças em posição diagonal e que definem a inclinação do telhado, bem como suportam as terças, caibros e toda estrutura de telhas.
  • Pendural: A peça central, que suporta o peso das empenas.
  • Pontalete: São vigas de sustentação que suportam as terças.
  • Linha: é a peça inferior, posicionada em sentido horizontal, que serve de base para o triângulo formado pela tesoura. Ele distribui a carga, tendo função estrutural muito importante.

Trama

Onde suas telhas são encaixadas e como elas assentam sobre a estrutura? Essa é a função da trama, um elemento estrutural resultado do entrelaçamento de ripas e caibros.

As tramas são compostas de algumas subpartes que explicamos a seguir:

  • Terças: as terças são elementos longitudinais que dão suporte ao telhado, recebendo o peso dos caibros.
  • Caibros: os caibros são componentes perpendiculares, que acompanham a inclinação do telhado, recebendo o peso das telhas e ripas para as terças.
  • Ripas: e as ripas são partes paralelas às terças, instaladas em cima dos caibros, de modo que sirvam de encaixe e suporte para as telhas. Seu peso incide diretamente sobre os caibros.

Parte Externa

Já a parte externa do telhado é aquela que fica visível depois de pronto, que conta com telhas metálicas, de cerâmica, fibrocimento ou qualquer que seja o tipo escolhido.

elementos do telhado

Porém, além de ser o resultado da estrutura que você projetou e construiu, a parte externa do telhado também possui algumas características únicas. Veja:

  • Água: as águas são as superfícies de escoamento de um telhado. Uma construção pode ter uma água ou várias. No caso da imagem acima, contamos 9 (incluindo a menor, em frente à entrada).
  • Cumeeira: já a cumeeira é o limite de um telhado, a parte que divide as águas e define os caimentos.
  • Beiral: já percebeu que há sempre  uma “sobra” no fim do telhado, que se estende além da parede? Esse é o beiral, que costuma ter uma calha na ponta. Evita que a umidade atinja diretamente as paredes.

Conheça diferentes modelos de cobertura

tesoura do telhado

Após entender o que são as principais partes do telhado, você já pode ter uma noção de como construir sua cobertura, certo? No entanto, é preciso ir além e conhecer os diferentes modelos de cobertura.

Ao longo do artigo, mencionamos alguns deles, como os telhados de um ou mais águas. Que tal conhecê-los mais a fundo?

  • Telhado Uma Água: estrutura com apenas uma superfície de escoamento. É mais utilizado em edificações menores, como  edículas ou garagens, com telhados embutidos. Ideal para utilização de telhas metálicas, mais leves e baratas que a maioria.
  • Telhado Duas Águas: um dos modelos de cobertura mais utilizados, o telhado duas águas é indicado para edificações com mais de 4 m². É dividido por uma cumeeira.
  • Telhado Três ou Mais Águas: para projetos maiores e/ou mais arrojados arquitetonicamente, os telhados de três ou mais águas são mais indicados. No entanto, eles também podem ser utilizados em edificações de estrutura simples (retangular, por exemplo).

Quais são os tipos de telhas mais comuns?

Agora, o que falta é compreender sobre a última e uma das mais importantes partes do telhado: as telhas!

De nada adianta definir todas as outras partes do telhado, como sua estrutura e o modelo de cobertura, se a telha for incompatível. É preciso planejar sua obra.

Para ajudar você em mais esta decisão, separamos os tipos mais comuns de telhas com uma breve explicação:

  • Telhas de cerâmica: as mais comuns em construções brasileiras, são telhas robustas, mas também pesadas. Sua instalação e a estrutura para sustentá-las pode sair mais caro por isso.
  • Telhas transparentes: são telhas que permitem a passagem de luz, seja total ou parcialmente. Podem ser de vidro ou resina de poliéster e fibra de vidro. As últimas são mais indicadas pela sua durabilidade e resistência.
  • Telhas metálicas: um modelo em ascensão, as telhas metálicas são versáteis, resistentes, boas no quesito térmico e acústico. Combinam com todos os tipos de modelos de cobertura e podem sair bem mais baratas que as outras opções.
  • Telhas termoacústicas: esse tipo de telha, chamada também de telha sanduíche, oferece maior conforto térmico e acústico que as telhas metálicas convencionais. É um modelo com excelente custo-benefício.

Interessado em adquirir as melhores telhas metálicas para sua obra? Confira os modelos da Nacional Telha e solicite um orçamento!

Conclusão

Neste conteúdo, te explicamos mais sobre as partes do telhado e os principais componentes por trás desse componente tão importante de uma edificação.

Além disso, te apresentamos os principais modelos de coberturas e os tipos de telhas mais populares (e mais recomendadas!) do mercado.

Entre elas, destacamos as telhas metálicas, um tipo de telha com altíssimo custo-benefício.

E sabemos disso porque nós da Nacional Telha fabricamos as melhores telhas metálicas e demais acessórios para sua construção.

Apenas trabalhamos com metais e ligas metálicas das melhores usinas brasileiras, que seguem os mais altos padrões do mercado: Galvalume AZM-150 e Galvanizado Z-275.

Desse modo, garantimos que as telhas metálicas para sua obra terão matéria-prima da mais alta performance e qualidade.

E então, que tal acertar na sua obra ou reforma e utilizar produtos da Nacional Telha?

Converse conosco e entenda qual o melhor tipo de telha para sua construção!

COMPARTILHE

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on email