RECEBIMENTO

Para que as características originais das telhas não sejam alteradas, é necessário observar alguns procedimentos e cuidados no recebimento, transporte, manuseio e armazenamento.
• Ao receber as telhas, é importante verificar se as medidas e quantidades estão corretas, pois após o recebimento a Nacional Telha não se responsabiliza por perdas ou extravios. Se as telhas estiverem molhadas, enxugue-as uma a uma ou armazene-as separadas umas das outras.

• Na descarga do material, é importante que o número de pessoas que estejam no solo seja igual ao das que estão na carroceria do caminhão. Nunca descarregue sem utilizar luvas de proteção. Não descarregar sob chuva. Não arrastar as telhas umas sobre as outras quando elas forem pintadas. • Uma telha de até 1,50m é facilmente manuseada por uma pessoa. Para telhas de 1,50 a 2,50m, é recomendada a força de duas pessoas. Para telhas maiores, utilizar uma pessoa a cada 1,50m.

ARMAZENAMENTO

• Caso a montagem da cobertura não seja efetuada logo após o recebimento das telhas, é importante que as mesmas sejam armazenadas de forma correta, a fim de evitar danos ao material.
• As telhas não podem estar molhadas e o local de estocagem deve ser coberto, seco e ventilado, para que não ocorra o fenômeno da corrosão galvânica, resultante da umidade.
• Não é recomendável que o tempo de armazenamento ultrapasse 30 dias, devendo-se inspecionar o material frequentemente.
• As telhas devem ser empilhadas conforme desenho ao lado, distantes 15cm do chão, para permitir uma ventilação mínima, e apoiadas sobre caibros a cada metro. Calços intermediários são recomendados para se montar uma pilha mais alta.
• Se o local de armazenamento não for coberto ou contiver umidade, cobrir a pilha de telhas com lonas ou material impermeável (não recomendamos lona plástica, pois podem fazer o material “suar”, criando umidade que pode resultar em um processo corrosivo ou danificar a pintura eletrostática, quando houver).

MONTAGEM

• Na hora da montagem, observe a direção dos ventos. Monte as telhas no sentido contrário ao do vento. No caso de coberturas em áreas fora de esquadro, recomenda-se que se faça a montagem do lado maior para o menor.
• Nas coberturas em duas áreas opostas, a montagem deverá ser feita simultaneamente em ambos os lados, assim haverá coincidência das ondulações/trapézios na cumeeira.
• Para maior segurança, só ande em cima da cobertura em tábuas, apoiadas no mínimo, em três terças.Quando o caimento for grande, deve-se amarrar as tábuas às terças e pregar travessas.
• Não recomendamos o uso de discos abrasivos comuns para o corte de telhas termoacústicas, visto que eles esquentam durante o processo de corte e podem danificar o isolante térmico.
• Após o término da montagem, limpar a cobertura, removendo todas as sujeiras que possam criar corrosão, como as que são resultantes do corte das telhas feito pelo montador no local da obra (quando necessário) e as que surgem ao redor dos furos feitos pelos fixadores.